Inteligência Árabe

Luiz Fuinha parou o caminhão na frente da loja do turco Ayub e fala pra ele:

‘Seu Ayub, tem aqui um caminhão de arroz sem nota, o preço é metade, o siô aceita?’

– ‘Claro que Ayub aceita’ e vira-se para o filho: –

‘Caledinho, vai para esquina e se abarecer fiscal vem correndo bra visá Babái’

Começam a descarga e, no meio, aparece o filho Caledinho:

– ‘Bábai!… Fiscal vem vindo!’


– ‘Bára tudo e volta carregar’ paa o caminhão, grita Ayub.

Chega o fiscal: – ‘Venda grande não é seu Ayub?’

– ‘Ôh ôh, melhó venda de ano que Ayub feis…’

– ‘E isso aí tem nota?’

– ‘Ainda num tem nota borquê Ayub está esberando carregar bra ver quanto mercadoria cabe na caminhón… daí, Ayub tira nota’

– ‘Não pode! A nota fiscal tem de ser emitida antes de carregar o caminhão’

– ‘Ah!… Antão bára tudo, que Ayub non qué broblema com receita!…

Volta descarregar tudo caminhón e guardar lá dentro do loja!’

Anúncios

Publicado em 12/01/2009, em Humor e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. kkkkkkkk
    eu comentei

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: